Presidente do Congo já em Benguela

Presidente do Congo, Denis Sassou Ngesso, chega a província (Foto: Rosário Miranda)
Presidente do Congo, Denis Sassou Ngesso, chega a província (Foto: Rosário Miranda)
Presidente do Congo, Denis Sassou Ngesso, chega a província (Foto: Rosário Miranda)

O Presidente do Congo, Denis Sassou N’guesso, chegou à província de Benguela, para uma visita de trabalho de dois dias, no âmbito das relações entre os dois países.

O presidente foi recebido pelo governador da província, Isaac Maria dos Anjos, ladeado do ministro da Defesa Nacional, João Lourenço e responsáveis locais.

Após cumprimentos de boas-vindas, o presidente congolês seguiu para o Lobito, onde efectuou a entrega de um donativo às autoridades locais, composto por bens alimentares e colchões, visando atenuar as dificuldades dos sinistrados das chuvas deste mês de Março que, segundo balanço, oficial já causaram 85 mortes e centenas de famílias desabrigadas.

Quarta-feira, segundo dia de trabalhos, o Presidente do Congo terá várias visitas de constatações aos empreendimentos do chamado Corredor do Lobito, nomeadamente o Porto e suas Unidades dependentes (Porto Seco, Porto Mineiro e Terminal de Contentores) e a Estação nº 0 dos Caminhos-de-Ferro de Benguela, onde vai receber explicações dos distintos responsáveis de áreas.

Além do seu Porto de águas profundas, o Corredor do Lobito é detentor de uma linha férrea transfronteiriça que liga Angola às Repúblicas da Zâmbia e Congo Democrático, a leste, infra-estruturas importantes que vão beneficiar igualmente os interesses da República do Congo.

A vertente essencialmente económica desta visita do Presidente Denis Sassou N’guesso demonstra a importância que o governo congolês atribui ao Corredor do Lobito, cujas infra-estruturas foram recentemente modernizadas, com vista a atender os mais exigentes padrões internacionais de comércio multilateral.

O Porto Seco, o Terminal de Contentores do Porto do Lobito e o Terminal Mineiro, após processo de modernização e ampliação, foram inaugurados a 21 de Agosto de 2014 pelo Chefe do Executivo, José Eduardo dos Santos, o que terá dado outra importância às novas infra-estruturas. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA