Petróleo cai com recuperação do dólar e estoques em níveis recordes nos EUA

(DR)
(DR)
(DR)

Os futuros de petróleo operam em forte baixa nesta manhã, pressionados pela valorização do dólar e pelo forte avanço nos estoques dos EUA.

Ontem, os preços da commodity subiram, interrompendo uma sequência de seis sessões em baixa, após o dólar reagir em queda a indicações do Federal Reserve (Fed, o banco central) de que não está com pressa de começar a elevar as taxas básicas de juros do país.

O dólar, porém, voltou a ganhar força hoje, uma vez que a expectativa é que o Fed dê início ao aperto monetário ainda este ano.

A questão da oferta global excessiva também continua influenciando as cotações do petróleo negativamente. A pesquisa semanal do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano, publicada ontem, mostrou que os estoques de petróleo bruto dos EUA saltaram 9,6 milhões de barris na semana passada, a 458,5 milhões de barris, atingindo o maior nível em 80 anos. Já em Cushing (Oklahoma), ponto de entrega do petróleo negociado na Nymex, houve alta de quase 2,9 milhões nos estoques, para o patamar recorde de 54,403 milhões de barris.

“O relatório (do DoE) foi só mais um lembrete de que o agressivo excesso de oferta não vai acabar tão cedo”, comentou o analista-chefe da FXTM, Jameel Ahmad.

O petróleo para Abril negociado na Nymex tinha queda de 3,67%, a US$ 43,02 por barril, enquanto o Brent para Maio recuava 1,73%, a US$ 54,94 por barril, na plataforma electrónica ICE. (Dow Jones Newswires)

DEIXE UMA RESPOSTA