Papa surpreende ao dizer que tem a sensação de que vai ter papado breve

Papa Francisco (DR)
Papa Francisco (DR)
Papa Francisco (DR)

O Papa Francisco completou nesta sexta-feira (13) dois anos de pontificado. E provocou surpresa ao dizer que tem a sensação de que vai ter um papado breve. Na Basílica de São Pedro, ele anunciou um ano santo extraordinário.

Um jubileu extraordinário é um anúncio de impacto. O período chamado pela igreja de Ano Santo, que tem como significado o perdão geral aos peregrinos católicos, vai celebrar o tema da misericórdia.

“Estou convencido”, disse o Papa, “de que toda a Igreja redescobrirá a alegria de tornar fecunda a misericórdia, para consolar cada homem e mulher do nosso tempo”.

A Igreja Católica começou a tradição do jubileu em 1300, com o Papa Bonifácio VIII. No início era realizado um a cada 50 anos. Hoje, os jubileus ordinários são convocados a cada 25. O último foi proclamado em 2000 pelo Papa João Paulo II, canonizado no ano passado por Francisco.

No aniversário de dois anos de um pontificado movimentado e difícil, o Papa deu entrevista a uma televisão mexicana. Revelou desejos quotidianos, como o de ir a uma pizzaria sem ser reconhecido. E falou de sensações mais profundas, como a impressão que ele próprio tem de que o seu governo será breve, de quatro ou cinco anos, mas afirmou que não pensa em renúncia. Embora reconheça como ato de coragem o caminho aberto por Bento XVI.

Há dois anos o papa Francisco vem tentando promover reformas na Igreja e vem sofrendo muita resistência. Ele definiu a Cúria Romana como a última corte da Europa. E criticou o que chamou de clericalismo, o comportamento político do clero na defesa dos próprios interesses. (correiodoestado.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA