Os contornos a volta da reforma da justiça foi tema de debate

(Thinkstock/VEJA)
(Thinkstock/VEJA)
(Thinkstock/VEJA)

Conceituadas figuras esmiuçaram, em Luanda, no programa “Tendências e Debates da Rádio Nacional de Angola”, os contornos a volta da reforma da justiça.

A juíza conselheira do tribunal supremo, Joaquina do Nascimento, disse que, este ano, pretende-se uma justiça célere e eficaz.

Já o representante do ministério da justiça, Pedro Filipe, admite que, com a entrada dos tribunais de relação e de comarca, a justiça no País vai ter mais dignidade, pois, segundo ele, isso será possível com a entrada no País dos tribunais de relação e de comarca. (rna.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA