Os 10 esquemas usados por Sócrates

(ionline.pt)
(ionline.pt)
(ionline.pt)

Os 10 esquemas usados por Sócrates:

1 – Casa de Paris

Paris – Os investigadores acreditam que a casa de Paris onde o ex-governante viveu e que custou 2,8 milhões de euros terá sido comprada com os fundos que Sócrates tinha nas contas de Santos Silva.

2 – Venda de casas da mãe

Lisboa –  A mãe de Sócrates celebrou contratos com Santos Silva para venda de imóveis seus. MP considera que foi outra forma de o dinheiro de Sócrates poder voltar à sua esfera.

3 – Entregas de dinheiro

Lisboa – A equipa liderada por Rosário Teixeira tem as datas e os locais em que foi entregue dinheiro vivo por Santos Silva a Sócrates. Seriam usados códigos para agendar tais encontros.

4 – Compra do próprio livro

Portugal- O DCIAP concluiu  que Sócrates terá arquitectado um esquema para distribuir dinheiro por várias pessoas  – estima-se que terá sido  170 mil euros – para que pudessem comprar o seu livro.
5 –  Utilização de João Perna 
Portugal – O ex-motorista de José Sócrates terá sido  também uma peça-chave para fazer o dinheiro chegar até às suas mãos. O MPacredita que pelas contas de Perna passaram 87 500 euros.
6 – Pagamentos a Sandra Santos 
Suíça – Sócrates terá determinado a Santos Silva que fizesse pagamentos a Sandra Santos, uma sua conhecida que reside na Suíça. MP diz que até Julho de 2014 foram pagos 92 mil euros.
7 – Sócrates com viagens pagas 
Férias – Os procuradores descobriram que várias férias conjuntas terão sido pagas por Santos Silva. Foram já quantificados pagamentos de 200 mil euros, só referentes às despesas relativas a Sócrates.
8 – Direitos desportivos 
Portugal – Foi imputada a Sócrates a participação em conjunto com Santos Silva em negócios de investimento, ligados à detenção de direitos de transmissão televisivos de eventos desportivos.
9 – Contrato com Lalanda Castro 
Brasil – Sócrates já recebia da farmacêutica Octapharma 12 500 euros – para funções na América Latina, sobretudo Brasil. Segundo o MP arranjou um esquema para receber outros 12 500 por mês, ou seja duplicar o seu salário. Para isso, Santos Silva transferira  tal montante adicional para uma empresa de Lalanda de Castro que acabaria mais tarde na esfera de Sócrates.
10 – Compra de mais casas 
Portugal – O MP imputou a Sócrates factos relacionados com uma “projectada aquisição de outros imóveis”. Um outro investimento que pretendia desenvolver com Carlos Santos Silva. (ionline.pt)
por Carlos Diogo Santos com Luís Rosa

DEIXE UMA RESPOSTA