Ministro dos transportes regressa da Zâmbia

Ministro dos Transportes, Augusto Tomas (Foto: Pedro Parente/ARQUIVO/ANGOP)
Ministro dos Transportes, Augusto Tomas (Foto: Pedro Parente/ARQUIVO/ANGOP)
Ministro dos Transportes, Augusto Tomas (Foto: Pedro Parente/ARQUIVO/ANGOP)

O ministro angolano dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, regressou hoje (quinta-feira), a Luanda, proveniente da cidade de Lusaka, República da Zâmbia, onde assinou, quarta-feira, um acordo transfronteiriço no domínio rodoviário, com vista a facilitar o transporte de pessoas e mercadorias entre os dois países.

Segundo o governante, que viajou quarta-feira para aquele Estado vizinho, a assinatura do referido acordo visa dar corpo aos instrumentos jurídicos já rubricados em Fevereiro último, aquando da visita do novo Presidente da Zâmbia, Edgar Chagwa Lungu, a Angola.

Na ocasião, os dois países rubricaram vários acordos, entre os quais no domínio dos transportes ferroviários e fluvial transfronteiriço, para estabelecer as regras metodológicas e procedimentos com vista a facilitar a circulação de pessoas e bens na extensa fronteira comum.

Angola partilha na sua zona Leste uma extensa fronteira comum com a Zâmbia e mantêm excelentes relações de cooperação em diversas áreas, entre as quais os transportes, defesa e segurança, justiça, geologia e minas, educação, cultura, turismo, ambiente, pescas e desportos.

No âmbito desta cooperação bilateral, dentro em breve, os comboios do Caminho de Ferro de Benguela (CFB) passarão a funcionar no território zambiano, ajudando este país a redinamizar a sua economia, sobretudo a exportação do cobre, sua principal fonte de rendimento.

Além das relações bilaterais de cooperação desenvolvidas em diversos sectores, os dois países colaboram igualmente em vários domínios no quadro da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA