Ministro da Comunicação Social consternado com morte de Jornalista da TPA

José Luís de Matos - Ministro da Comunicação Social (Foto: joaquina Bento)
José Luís de Matos – Ministro da Comunicação Social (Foto: joaquina Bento)

O ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos, lamentou hoje, segunda-feira, em Luanda, o falecimento do trabalhador da Televisão Pública de Angola (TPA), Raúl Augusto Leiro Correia Mendes, vítima de doença, sábado último, em Luanda.

Numa nota chegada à Angop, o governante refere que Raúl Augusto Leiro foi um profissional exigente, muito dedicado e disciplinado, que colocava muita qualidade e empenho em todos os trabalhos em que participou, como operador de câmara, editor, produtor e realizador.

O ministro José Luís de Matos endereça os sentimentos de pesar ao Conselho e Administração e ao Colectivo de trabalhadores da TPA, bem como a família.

De acordo com a nota, nascido aos 03 de Setembro de 1949, em Luanda, iniciou a sua carreira profissional na TVA, em 1972, como Produtor de Programas musicais, desportivos e reportagens.

Em 1974 ingressou na TPA, fazendo parte dos trabalhadores que fizeram a primeira emissão oficial de TV em Angola, tendo trabalhado nas áreas de Programas, Informação e Cinema.

Na área de informação realizou, entre outros, os programas “Da enxada ao Tractor”, “A Agricultura é a base, a Indústria o Factor Decisivo” e “Venha Ver connosco”, enquanto no cinema participou em algumas produções, como “Bom Dia Camarada”, “O Algodão é o Ouro branco de Angola”, “O Legado do Gigante” e “Loanda, Luanda”.

Raúl Augsuto foi ainda realizador de programas,como o “Remate Final”, “Quadrante Nacional” e “Manhã de Cacimbo”, este último o primeiro programa em directo, de quatro horas, emitido pela TPA. Na TVC, integrou a equipa de produção e realização do “Festival de Publicidade da TVC” e do Festival de Publicidade “Acácia de Ouro”. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA