Ministra do Ambiente ausculta directores provinciais

Fátima Jardim - Ministra do Ambiente (Arq) (Foto: Lino Guimarães)
Fátima Jardim - Ministra do Ambiente (Arq) (Foto: Lino Guimarães)
Fátima Jardim – Ministra do Ambiente (Arq) (Foto: Lino Guimarães)

A ministra do Ambiente, Fátima Jardim, auscultou nesta sexta-feira, em Luanda, os directores provinciais de qualidade ambiental, e inteirou-se do curso em termos de referências dos aterros, para a realização dos concursos públicos.

No encontro estiveram em análise as condições de identificação com o estudo de impacto ambiental, para a construção dos aterros, numa era que constitui prioridade com a realidade da Agência Nacional de Resíduos.

A ministra recomendou aos directores, agir de forma pedagógica, educando a população sobre os actos que afectam o meio ambiente, sobretudo devido a quantidade de lixo produzido nas localidades, como resultado da densidade populacional.

Os mesmos garantiram estar salvaguardada a questão da sensibilização da preservação do meio ambiente, com as administrações municipais e governos locais, junto da população, sobre os cuidados inerentes aos aterros.

De acordo com a ministra, o aterro vai permitir a concentração e tratamento do lixo em lugares apropriados, além de ajudar a preservar a saúde da população.

No encontro, tomou conhecimento, sobretudo do chefe de departamento da Direcção Provincial do Urbanismo e Habitação e Ambiente de Benguela, Justo Calandi, do quadro de calamidade ambiental que a província assiste.

Justo Calandi informou que os danos ambientais foram sobretudo a nível da demolição de casas família desabitadas e escolas degradadas, bem como qualquer zona verde ou vegetação naquele local devastado. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA