Ministra da Família considera frutífera reunião da ONU sobre a condição da mulher

Filomena Delgado - Ministra da Família e Promoção da Mulher (arq) (Foto: Luca Neto)
Filomena Delgado - Ministra da Família e Promoção da Mulher (arq) (Foto: Luca Neto)
Filomena Delgado – Ministra da Família e Promoção da Mulher (arq) (Foto: Luca Neto)

A Ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, infromou ter transmitido uma imagem real e positiva sobre a política e estratégia do Governo Angolano, concernente à igualdade de género, durante a 59ª Sessão da Comissão da ONU sobre a Condição da Mulher, que decorre em Nova Iorque desde o dia 09 deste mês.

Filomena Delgado, que chefia uma delegação multisectorial angolana ao evento, com término na próxima sexta-feira, reafirmou, no discurso que proferiu na abertura da reunião, o engajamento do Executivo Angolano na promoção da igualdade de género e empoderamento da mulher.

Na ocasião, garantiu que o Governo dedica uma atenção especial à implementação da Plataforma de Accão de Beijing (PAB), o que permitiu ao país alcançar importantes avanços e melhorias substanciais, incluíndo nos direitos humanos das mulheres.

A governante, que deixou Nova Iorque no último fim-de-semana, de regresso ao país, considerou positiva a sua participação na reunião, porquanto teve a oportunidade de trocar pontos de vista com delegações de muitos outros países sobre a problemática de género.

Frisou que Angola vai capitalizar a sua presença nas organizações internacionais, com realce para o Conselho de Segurança das Nações Unidas, para contribuir no combate ao terrorismo e aos conflitos armados, que impedem o desenvolvimento das mulheres, em particular, e de todas as pessoas, em geral, visando a defesa dos seus direitos políticos e económicos.

O ponto alto da presença da delegação angolana em Nova Iorque foi a realização de uma mesa redonda pelo Ministério da Família e Promoção da Mulher, durante a qual a Ministra transmitiu aos participantes de diversos países a experiência de Angola na execução das recomendações da Declaração de Beijing, relatando os progressos, atrasos, dificuldades, durante o percurso.

À margem da reunião, Filomena Delgado manteve vários encontros bilaterais, destacando-se o com a Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas sobre a violência sexual, Zainab Hawa Bangura, com quem abordou questões da esfera de actuação da alta funcionária da ONU.

Teve igualmente um encontro com a Directora Executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, durante o qual debateram os passos a dar no período pós-2015, com vista a dar um novo impulso na aplicação das etapas remanescentes da Plataforma de Beijing.

A governante angolana salientou que a sua interlocutora manifestou a pretensão de engajar os Chefes de Estado e de Governo num novo plano de acção pós-2015, durante a próxima sessão da Assembleia Geral da ONU, em Setembro deste ano.

A Ministra Filomena Delgado participou também numa mesa redonda co-organizada pela Internacional Socialista de Mulher (ISM) e a Organização da Mulher Angolana (OMA), cuja delegação foi chefiada pela sua Secretária-Geral e vice-presidente para a África Meridional da ISM, Luzia Inglês Van-Dúnem.

Terminado o segmento ministerial, a 59ª Sessão da Comissão das Nações Unidas sobre a Condição da Mulher prossegue os debates a nível técnico, até ao seu encerramento no dia 20 do corrente mês. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA