Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos cria Call Center

Palácio da Justiça (Foto: Henri Celso)
Palácio da Justiça (Foto: Henri Celso)
Palácio da Justiça (Foto: Henri Celso)

O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos solicita aos cidadãos que se sintam penalizados pelos seus serviços a denunciarem através de um Call Center, recentemente criado.

De acordo com uma Nota de Imprensa do pelouro, enviada à Angop, o Call Center 222.670670 disponível de segunda-feira a sexta-Feira, das 8 às 18 horas, é um dos desafios do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos para o presente ano, dentro da cultura da ética e deontologia profissional.

O serviço visa prestar informações e receber denúncias e reclamações de utentes e cidadãos que se sintam lesados pela prestação de algum serviço de justiça.

A nota ressalta que o Call Center é mais um passo que visa garantir a adopção de uma postura cada vez mais transparente dos funcionários do ministério e um suporte ao trabalho desenvolvido pelo Gabinete de Inspecção e Auditoria.

Refere que este gabinete, no período de Setembro de 2013 a Fevereiro de 2015, instruiu 39 processos disciplinares, que resultaram em 20 demissões, 4 despromoções, 6 censuras registadas, 3 multas e 6 processos arquivados.

Os processos disciplinares tiveram lugar nas províncias de Benguela, Cabinda, Cuando Cubango, Cunene, Cuanza Sul, Huambo, Luanda, Lunda Norte, Lunda Sul, Namibe, Uíge e Zaire. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA