Luanda: Governador apela a observância da lei para detenção de animais na luta contra raiva

Graciano Domingos - Governador da Provincia de Luanda (Foto: António Escrivão)
Graciano Domingos - Governador da Provincia de Luanda (Foto: António Escrivão)
Graciano Domingos – Governador da Provincia de Luanda (Foto: António Escrivão)

O governador da província de Luanda, Graciano Domingos, apelou às autoridades a garantirem a observância das leis em vigor no domínio da detenção de animais, no âmbito da luta contra a raiva.

O responsável, que falava sexta-feira no acto de lançamento da campanha de vacinação contra a raiva , no município de Viana, referiu que a prevenção contra a raiva parte da tomada de consciência das pessoas que possuem animais e também pela forma como as autoridades cumprem com suas obrigações.

No âmbito da prevenção, o governador referiu os municípios e distritos da capital devem dispor de condições para a detenção de animais ilegais, bem como aqueles que tenham fora de prazo os calendários de vacinação de seus animais.

“Queremos incentivar todos os municípios para que a fiscalização exerça o seu papel, fiscalizando aqueles que têm animais, quer verificando a legalidade da documentação, quer também aplicando multas para os cidadãos que não cumprem com os procedimentos administrativos”, disse.

O governante disse que o Executivo Angolano considera a raiva como uma doença que inspira grandes preocupações, pois os dados mostram um elevado número de óbitos verificados em Luanda, daí a ter lançado uma campanha de vacinação anti-rábica para evitar que haja mais mortes.

Graciano Domingos pediu aos proprietários de animais que adiram as campanhas que serão realizadas em todos os municípios da capital, assim como reforçou o apelo as autoridades fiscalizadoras a aperfeiçoarem e consolidarem os mecanismos, de forma a responsabilizar todos aqueles que detêm animais.

Orientou igualmente as administrações a construírem canis grátis, que deverão servir de espaços para a apreensão de animais encontrados na via pública.

Estiveram presentes no acto de abertura da campanha de vacinação contra a raiva, a decorrer de 27 de Março a 03 de Abril próximo, o ministro da Comunicação Social, Secretários de Estado para a Agricultura, da Saúde, representante da OMS em Angola, directores provinciais e municipais, e representantes da sociedade civil. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA