Luanda: Falta de meios de sucussão dificulta retirada das águas da chuva

Estragos causados pela chuva em Luanda (Foto: ANGOP/Arquivo)
Estragos causados pela chuva em Luanda (Foto: ANGOP/Arquivo)
Estragos causados pela chuva em Luanda (Foto: ANGOP/Arquivo)

A administração do distrito urbano da Maianga debata-se com a falta de equipamentos para a sucussão das águas pluviais que inundaram as ruas e residências da circunscrição, em consequência da chuva que cai há três dias consecutivos em Luanda.

Em declarações à Angop, o chefe da Unidade Técnica, Júlio Raimundo, que fazia o balanço dos danos causados pela chuva, explicou que o distrito está com dificuldades de aquisição de moto-bombas e de camiões para resolver a situação nos bairros da Madeira, Cassequel das 40 e na rua junto ao Posto Logístico da Polícia Nacional.

Disse que em anos anteriores a administração possuía este equipamento, mas neste momento encontram-se inoperantes, com problemas técnicos, situação que impede a Unidade Técnica de intervir nas ruas em estado críticas.

Júlio Raimundo acrescentou que já possuem um plano de intervenção, aguardando apenas por novos meios para se resolver com celeridade este problema enfrentado por muitos moradores do distrito urbano da Maianga, principalmente aqueles que vivem em zonas com problemas de saneamento.

Quanto as chuvas que caem sobre a cidade capital, o responsável informou que não houve registo de danos humanos e matérias, apenas ruas alagadas, dificultando assim a circulação dos moradores.

A região é limitada a norte pelos distritos urbanos da Ingombota e Rangel, a sul pela Samba e a leste pelo Kilamba Kiaxi. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA