Londres inaugura estátua de Gandhi perto de homenagem a Churchill

Autoridades inauguram a estátua de Mahatma Gandhi em Parliament Square, centro de Londres (Foto de Niklas Halle'n/AFP)
Autoridades inauguram a estátua de Mahatma Gandhi em Parliament Square, centro de Londres (Foto de Niklas Halle'n/AFP)
Autoridades inauguram a estátua de Mahatma Gandhi em Parliament Square, centro de Londres (Foto de Niklas Halle’n/AFP)

Uma estátua de Mahatma Gandhi foi inaugurada neste sábado no coração do ‘establishment’ britânico em Londres, muito perto da escultura de Winston Churchill, que chegou a chamar o herói da independência da Índia de “faquir seminu”.

A estátua de bronze fica em Parliament Square, diante do Big Ben e do Parlamento, em meio a monumentos em homenagem a personalidades como Nelson Mandela e Abraham Lincoln.

O primeiro-ministro britânico David Cameron afirmou que a estátua constitui “uma vibrante homenagem a uma das figuras mais importantes da história mundial”.

“Ao colocar Gandhi nesta praça ilustre, oferecemos a ele uma presença eterna em nosso país”, disse.

Mohandas Karamchand Gandhi, que foi chamado com desprezo pelo então primeiro-ministro britânico Winston Churchill de “faquir seminu”, nasceu em 2 de Outubro de 1869 em uma família de casta comerciante.

Depois de estudar Direito na Inglaterra, se instalou em Bombaim como advogado, antes de se mudar para África do Sul.

Ao retornar para a Índia em 1914, aos 45 anos, o homem que rapidamente seria conhecido como Mahatma (alma grande) se dedicou à defesa dos oprimidos e iniciou a primeira campanha de não cooperação, convocando os indianos a boicotar tudo que viesse da Inglaterra.

Para combater o poder da colónia, utilizou a não violência, assim como as greves de fome, que depois usou para tentar impedir os confrontos violentos entre hindus e muçulmanos.

Em 30 de Janeiro de 1948, menos de seis meses depois da independência, Gandhi foi assassinado por Nathuram Godse, um extremista hindu. (afp.com)

DEIXE UMA RESPOSTA