Japão e EUA comemoram os 70 anos da Batalha de Iwojima

Familiares de soldados mortos em batalha prestam homenagem (Foto de JAPAN POOL/JAPAN POOL/AFP)
Familiares de soldados mortos em batalha prestam homenagem (Foto de JAPAN POOL/JAPAN POOL/AFP)
Familiares de soldados mortos em batalha prestam homenagem (Foto de JAPAN POOL/JAPAN POOL/AFP)

O Japão e os Estados Unidos celebraram uma cerimónia, neste sábado, para marcar os 70 anos da sangrenta batalha de Iwojima, perto o fim da Segunda Guerra Mundial.

Pela primeira vez, os japoneses enviaram dois ministros de Estado à cerimónia anual: o titular da pasta do Bem-estar Social, Yasuhisa Shiozaki, e o da Defesa, Gen Nakatani.

Paralelamente ao evento, Nakatani conversou com o secretário da Marinha americana, Ray Mabus, segundo a agência Kyodo News.

Em uma das mais intensas batalhas travadas no Pacífico na Segunda Guerra, cerca de 22.000 japoneses e 6.800 soldados americanos morreram em apenas 35 dias em 1945, quando marines tomaram a ilha, oficialmente denominada “Iwo-to”, 1.250 km ao sul de Tóquio.

Uma foto das tropas americanas erguendo a bandeira dos Estados Unidos no ponto mais alto da ilha, o Monte Suribachi, virou um símbolo da vitória americana na guerra.

Veteranos e familiares dos mortos em combate discursaram na cerimónia, enaltecendo a unidade das duas nações, acrescentou a agência Kyodo. (afp.com)

DEIXE UMA RESPOSTA