Iémen: Aviões de coligação liderada pela Arábia Saudita bombardeiam alvos hutis

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

Aviões de uma coligação liderada pela Arábia Saudita levaram a cabo uma operação militar no Iémen contra os rebeldes xiitas hutis.

O ataque da coligação que envolve mais de dez países, provocou a morte de pelo menos 13 pessoas em Sanaa, a capital do país.

A Arábia Saudita, país sunita, está inquieta com o avanço das milícias xiitas hutis no Iémen, que tomaram o controlo da capital em março.

O aumento da violência no Iémen poderia comparar-se a uma guerra por procuração entre a potência xiita iraniana, que apoia os hutis, e a Arábia Saudita sunita, que apoia o presidente Hadi, refugiado algures em Aden.

“Faremos o que for preciso para impedir o Governo legítimo do Iémen de cair e enfrentar os perigos de milícias externas. Estamos perante uma situação em que uma milícia que controla ou poderá vir a controlar mísseis balísticos, artilharia pesada e uma Força Aérea”, disse o embaixador da Arábia Saudita nos Estados Unidos, Adel al-Jubeir.

Forças fiéis ao presidente Abd-Rabbou Mansou Hadi retomaram esta quinta-feira o controlo do aeroporto de Aden após intensos combates.

O aeroporto tinha sido tomado no dia anterior por forças fiéis ao antigo presidente, Ali Abdallah Saleh, aliado dos hutis. (euronews.com)

por Fernando Peneda | com LUSA/AFP

DEIXE UMA RESPOSTA