Huíla: Acidentes causam 44 mortos em três meses

Huíla: Colisão entre viatura e motorizada no Lubango (Foto: Morais Silva)
Huíla: Colisão entre viatura e motorizada no Lubango (Foto: Morais Silva)
Huíla: Colisão entre viatura e motorizada no Lubango (Foto: Morais Silva)

A Polícia de Viação e Trânsito registou durante o I trimestre deste ano 342 acidentes rodoviários, que resultaram em 44 mortos e 308 feridos, oito vítimas fatais a menos em relação a igual período de 2014.

Ao fazer domingo um balanço da situação operativa rodoviária neste período, o chefe do departamento de prevenção e segurança rodoviária da Direcção Provincial de Viação e Trânsito, Luís Filipe Zilungo, fez saber que os desastres causaram danos materiais estimados em 17 milhões e 830 mil Kwanzas.

Afirmou que as estradas do Lubango, assim como as de ligação deste para o Cunene, Benguela e Namibe são as mais visadas.

Salientou que a Polícia vai continuar a trabalhar para inverter o quadro, pois a situação é preocupante, por isso não há esforços a medir quando se fala em prevenção.

Em 2014, pelo menos dois mil acidentes foram registados e causaram mais de 200 mortos na província, com danos materias estimados em 72 milhões de Kwanzas. (portalangop.co.ao)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA