Governador de Luanda presta homenagem aos integrantes do Processo dos 50

Graciano Domingos - Governador da Província de Luanda deposita Coroa de Flores (Foto: Lucas Neto)
(memoriasangolanas.blogspot.com)
(memoriasangolanas.blogspot.com)

O governador da província de Luanda, Graciano Francisco Domingos, prestou neste domingo, uma homenagem aos integrantes do Processo dos 50, com a deposição de uma coroa de flores na estátua do primeiro Presidente da República de Angola e Fundador da Nação, António Agostinho Neto, no Largo da Independência.

Em declarações à imprensa, o governante considerou que os 40 anos de independência que Angola vai comemorar, este ano, bem como a soberania que ostenta, são graças aos angolanos que no passado não se dobraram perante a opressão colonial e se mantiveram sempre activos na vida, acreditando que o país alcançaria sua liberdade.

Salientou que o esforço consentido pelos mais velhos deve ser prevalecido e ser transmitido aos filhos da pátria, que ela (pátria) não foi oferecida, mas sim conquistada, tendo sublinhado que todos os angolanos devem preservar com orgulho para as gerações vindouras.

Por sua vez, o presidente da Associação do Processo dos 50, Amadeu Amorim, disse que a iniciativa serviu para render mais uma homenagem, ao primeiro Presidente Angola, António Agostinho Neto, que consigo e outros companheiros, sofreram os maltrates dos colonialistas nas celas da PIDE.

Já o deputado e integrante do colectivo, José Diogo Ventura, frisou que enquanto vivos irão continuar a transmitir às novas gerações os sacrifícios que foram consentidos para o alcance dos 40 anos de independência e 13 do alcance da paz, que o país vai comemorar.

Referiu que a juventude é o motor da evolução de qualquer sociedade, daí os mais velhos estarem a passar o seu testemunho aos jovens.

A Associação do Processo dos 50 completa hoje 56 anos desde que os primeiros integrantes da colectividade foram presos pelas forças políticas colonialistas. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA