“Cyberlegs”: Pernas biónicas em andamento (vídeo)

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

Um projecto de pernas biónicas está em fase de testes, em Florença, na Itália. Os novos dispositivos são o resultado do projeto europeu “Cyberlegs”, que combina membros artificiais com robôs para permitir que pessoas amputadas possam andar com menos esforço e mais naturalmente.

Existem duas tecnologias em desenvolvimento e todo o projeto é coordenado pela Scuola Superiore Sant’Anna, em Pisa. O coordenador do projeto, Nicola Vitiello, explica: “Tentamos resolver o problema dos amputados recorrendo aos denominados “robôs usáveis”, que podem ser sistemas ortopédicos, órteses motorizadas, ou próteses que não são passivas, mas têm motores. No primeiro caso, a prótese substitui o membro perdido, restaurando também a sua capacidade de potência: exploramos a capacidade de ligar a prótese ao sistema nervoso central, de forma não invasiva, com sensores portáteis. No segundo caso, utilizamos órteses motorizadas, injetando energia nas restantes articulações, tentando fazer com que a pessoa consiga andar, com menos esforço.”

O sistema robótico é numa perna artificial ativa, substituindo o membro amputado. Com sapatos inteligentes repletos de sensores, que ajudam em todos os movimentos.

Uma prótese não consegue substituir totalmente a perna, independentemente do seu nível de desenvolvimento. Não consegue ter a eficiência dos terminais nervosos naturais, mas consegue compensar as ineficiências, dando energia aos membros da pessoa amputada.

Aproximadamente 10 pessoas já testaram a nova tecnologia e, até agora, os resultados parecem animadores. (euronews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA