Cuanza Sul: Aberto seminário sobre implementação do Programa Angola Investe

(DR)
(DR)
(DR)

O seminário sobre a implementação do Programa Angola Investe no domínio da Hotelaria e Turismo foi aberto hoje (terça-feira) na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul.

Ao proceder a abertura do curso, o vice-governador da provincial do Cuanza Sul para o sector Económico, Franklin da Silva, disse que a província do Cuanza Sul tem sido o destino turístico de cidadãos nacionais e estrangeiros, graças a sua localização privilegiada e ao mosaico turístico que ostenta.

Referiu que a província tinha um universo de 60 estabelecimentos, hoje, graças as reformas levadas a acabo no país e restabelecimento do processo de paz, o Cuanza Sul detém 292 estabelecimentos hoteleiros e similares.

Disse que existe um défice no empresariado afecto ao ramo em garantir aos visitantes um acolhimento digno, este facto deve-se a falta de empreendedorismo, organização, crescimento da classe empresarial, bem como pela falta de celeridade na tramitação processual dos requerimentos aos vários pacotes financeiros a nível central.

Franklin da Silva afirmou que no quadro do Programa Angola Investe, a província apenas beneficiou 12 projectos, sendo três industriais e nove agro-pecuários e avícolas, dos mais de 500 empresas locais ávidas de verem melhoradas a suas condições económica.

Por seu turno, o director Nacional do INFOTUR, Eugénio Clemente, referiu que a inclusão desde 2014 do Programa Angola Investe para o sector do Turismo pode catapultar o sector a nível da região, visto que possui um potencial.

Adiantou que existe várias oportunidades e um ambiente propício para negocio de forma direita ou indirecta. Por isso exige de todos uma maior responsabilidade.

Participam no seminário, que tem previsto o encerramento ainda hoje, representantes do Ministério da Hotelaria e Turismo, membros do governo da província, administradores municipais, responsáveis da direcção provincial do Comércio, empresários , do Conselho Provincial da Juventude e convidados. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA