Criminalidade aumenta em São Tomé e Príncipe

Tribunais de São Tomé e Príncipe (VOA)
Tribunais de São Tomé e Príncipe (VOA)
Tribunais de São Tomé e Príncipe (VOA)

Furto e violação lideram a lista dos crimes mais cometidos nos últimos três meses em São Tomé e Príncipe, período em que se verifica um aumento significativo da criminalidade. A onda de medo e preocupação instalou-se em todos os quadrantes da sociedade.

O sociólogo são-tomense Olívio Diogo aponta a impunidade como a maior causa do crescimento da criminalidade.

Diogo considera que faltam também meios técnicos e humanos para combater a criminalidade.

Por seu lado, o líder do maior partido da oposição Jorge Amado associa o recente indulto por ocasião do ano novo concedido a um grupo de reclusos perigosos à impunidade mencionada pelo sociólogo Olívio Diogo como mais uma causa do aumento da criminalidade.

O Governo reconhece que a comutação de penas de alguns delinquentes perigosos também está na origem da onda de criminalidade que assola o país.

O ministro da Administração Interna Arlindo Ramos manifesta-se preocupado e garante que já reuniu-se com representantes de outros sectores ligados ao combate da criminalidade para preparar a intervenção o Governo. (voa.com)

por Óscar Madeiros

DEIXE UMA RESPOSTA