Coreia do Sul: Autoridades investigam eventuais ligações entre atacante de embaixador e Pyongyang

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

As autoridades sul-coreanas estão a investigar eventuais ligações entre a Coreia do Norte e o autor do ataque ao embaixador dos Estados Unidos da América, em Seul, Mark Lippert.

O diplomata norte-americano foi atacado na face, na quinta-feira, por um nacionalista sul-coreano em protesto contra o início dos exercícios militares liderados por Washington, na região.

O primeiro-ministro da Coreia do Sul visitou Lippert no hospital e espera que o incidente não coloque em causa a aliança entre os dois países. Lee Wan-Koo repudiou, ainda, a declarações do regime de Pyongyang relativas ao incidente.

O atacante, um sul-coreano de 55 anos, utilizou uma faca de cozinha para esfaquear, na face, o embaixador norte-americano.

Kim Ki-Jong foi, já, acusado pelas autoridades de tentativa de homicídio.

Esta não é a primeira vez que o nacionalista sul-coreano tenta atacar um diplomata. Em 2010 tentou agredir o embaixador do Japão, em Seul. Um ato que lhe valeu uma condenação de prisão com pena suspensa. (euronews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA