Boxe: FABOX quer mais províncias a praticar a modalidade

Carlos Luis - Presidente da Direcção da Fabox (Foto: Angop)
Carlos Luis - Presidente da Direcção da Fabox (Foto: Angop)
Carlos Luis – Presidente da Direcção da Fabox (Foto: Angop)

A Federação Angolana de Boxe (FABOX) pretende expandir a modalidade em mais província do país, visando o aumento do número de praticantes e a descoberta de novos talentos.

O facto foi expresso pelo presidente deste órgão, Carlos Luís, em declarações hoje (terça-feira) à imprensa, no quadro da visita que efectua à província do Huambo para se inteirar do estado da modalidade no planalto central.

Disse que existe um leque de pugilistas a nível nacional que têm superado as expectativas, sobretudo nas província a Lunda Sul e Huíla, mas pretende-se que este quadro seja verificado em mais regiões do país.

Frisou que é com este propósito que se encontra na província do Huambo, pois as características do seu clima propiciam a pratica e desenvolvimento do boxe.

“Temos estado a analisar a forma mais sensata de realizarmos, em diversas localidade, eventos para despontar o interesse dos jovens pela modalidade”, asseverou.

Carlos Luís informou que existem contactos com países fortes da modalidade, como Cuba e Rússia, que podem ajudar a concretizar este projecto, sublinhado o protocolo rubricado com o segundo estado, que vai servir de suporte com a vista preparação dos pugilistas do país para a qualificação aos Jogos Olímpicos do Brasil, em 2016.

Frisou que vai aproveitar também a sua estadia no Huambo para apurar a condições de estágio da Selecção Nacional visando o africano da zona quatro, a ter lugar na África do Sul, em finais do próximo mês. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA