Bié: Religiosa apela reabilitação da escola no internato de São José do Cluny

Irmã Maria Madalena da Eucaristia - Responsável do internato das irmãs de São José de Cluny (Foto: Leonardo Castro)
Irmã Maria Madalena da Eucaristia - Responsável do internato das irmãs de São José de Cluny (Foto: Leonardo Castro)
Irmã Maria Madalena da Eucaristia – Responsável do internato das irmãs de São José de Cluny (Foto: Leonardo Castro)

A escola com seis salas de aulas afecta ao internato de São José do Cluny, no município do Chinguar, a 75 quilómetros a sudoeste da cidade do Cuito (Bié), carece de uma reabilitação, visando melhorar comodidade aos alunos e professores.

Em declarações hoje, segunda-feira, à Angop, a responsável daquela instituição, a Irmã Maria Madalena, sublinhou que as salas de aulas foram erguidas a mais de cinquenta anos, e não têm beneficiado de manutenção, razão pela qual está há uma degradação propgresssiva.

Em funcionamento desde 1962, o internato de São José do Cluny da Igreja Católica acolhe raparigas oriundas das províncias do Bié, Luanda, Benguela, Cabinda, Huambo, Moxico, Huila e Malange.

Associada às condições não apropriadas de aprendizagem, a mesma carece igualmente de quadros preto, carteiras e outros meios de didácticos que concorrem para a melhoria do ensino e aprendizagem dos educandos.

A Irmã Maria Madalena fez saber que o centro controla 32 alunas internas, que estudam da 2ª a 8ª classe. A instituição também ministra os cursos de culinária, decoração entre outros. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA