Bié: Governo promove seminário sobre descentralização financeira operacional do PAPAGRO

Alvaro Manuel de Boavida Neto - Governador provincial (Foto: Bié)
Alvaro Manuel de Boavida Neto - Governador provincial (Foto: Bié)
Alvaro Manuel de Boavida Neto – Governador provincial (Foto: Bié)

Um seminário sobre Descentralização Financeira Operacional do PAPAGRO decorre desde hoje, terça-feira, na cidade do Cuito, numa promoção do governo das província do Bié, com a participação da sociedade civil.

No seminário, os participantes estão a receber informações sobre a descentralização financeira operacional do PAPAGRO e a estratégia para a redução das importações essencialmente dos produtos produzidos localmente.

Asseguramento do funcionamento do circuito da produção, comercialização, e consumo, reactivação e restalação da rede retalhista rural, ressurgimento do agente logístico rural, remonitalização da economia rural, fomento da produção e de produtividade com recursos a inovação tecnológica, fazem parte da agenda de trabalho.

Na ocasião, a directora provincial do comércio, hotelaria e turismo, Ludmila Ferreira Gomes, sublinhou que o seminário se enquadra na estratégia do governo angolano que visa a redução da fome e da pobreza, sobre tudo nas zonas rurais.

Constitui ainda objectivos daquela instituição, a valorização da produção e consumo dos produtos locais, comercialização de produtos essências básicos, criação de excedentes para reservas estratégicas, e para exportação, geração de empregos e aumento de rendimento das famílias.

São ainda metas, disse a fonte, a fixação das populações nas zonas rurais, estimulado a poupança e promovendo novos investimentos, redução do índice de pobreza no meio rural, definição de preços mínimos de referência dos produtos agrícolas por regiões entre outras.

Por seu turno, o governador da província do Bié, Álvaro de Boavida Neto, pediu aos participantes no sentido de prestares contributos valiosos no decorrer dos debates.

O seminário está ser testemunhado pelo secretário do Estado para o Comércio Interno, Álvaro Paixão Júnior, vice-governadores do Bié, delegados e directores provinciais, administradores municipais, autoridades tradicionais, entidades religiosas, empresários, organizações governamentais, comerciantes, agricultores entre outros. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA