Bié: Governo ambiciona construir dois hotéis na nascente do rio Cuanza

Hotéis vão incentivar turismo nas mediações da nascente do rio kwanza no Chitembo (Foto: VIERA ASPIRANTE)
Hotéis vão incentivar turismo nas mediações da nascente do rio kwanza no Chitembo (Foto: VIERA ASPIRANTE)
Hotéis vão incentivar turismo nas mediações da nascente do rio kwanza no Chitembo (Foto: VIERA ASPIRANTE)

Dois hotéis com trinta quartos cada serão construídos, este ano, nas mediações da nascente do Rio Cuanza, na comuna do Mumbwé (Chitembo), cerca de 225 quilómetros a sudoeste da cidade do Cuito, província do Bié.

A informação foi prestada hoje, quarta-feira, à Angop, pela directora da área social da Administração Municipal de Chitembo, Ana Mutango, sublinhando que o projecto visa dar uma imagem mais digna ao local e garantir maior atracção e acomodação aos turistas.

Na mesma região serão também colocadas cadeiras em betão armado, embelezamento e recuperada a via rodoviária que dá acesso a diversas zonas turísticas, cujo valor do investimento não foi revelado.

O rio Cuanza, considerado o mais caudaloso de Angola, tem um curso de 960 quilómetros, com uma bacia hidrográfica de 152.570 quilómetros quadrados. Dá o seu nome a moeda nacional, o Kwnaza.

A nascente do rio Cuanza foi recentemente proposta da província do Bié ao concurso das sete maravilhas naturais de Angola, lançado no dia 17 de Julho de 2014, pela organização National 7 wonders, onde foram seleccionadas 27 maravilhas, das 200 candidatas apresentadas a um conselho científico. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA