Benguela: Ministro da Construção promete apoio institucional no reassentamento dos sinistrados

Waldemar Pires Alexandre - Ministro da Construção (Foto: Clemente Santos)
Waldemar Pires Alexandre - Ministro da Construção (Foto: Clemente Santos)
Waldemar Pires Alexandre – Ministro da Construção (Foto: Clemente Santos)

O ministro da Construção, Waldemar Pires Alexandre, prometeu hoje (sábado), nesta cidade, que o seu pelouro vai prestar todo apoio técnico-institucional às autoridades de Benguela, nos esforços de reassentamento da população sinistrada.

A garantia foi dada ao governador Isaac Maria Francisco dos Anjos, durante uma reunião de cerca de duas horas destinada, entre outros assuntos, avaliar as obras em curso na província e a situação no terreno.

Acompanhados de quadros seniores de ambas partes, os responsáveis abordaram matérias relacionadas com as infra-estruturas rodoviárias, onde Waldemar Pires colocou a sua equipa (composta de vários directores) à disposição do governo de Benguela para no que for necessário. “Neste aspecto específico do desastre das chuvas, poder contribuir com sugestões técnicas e apoio material, afim de atenuar o actual estagio da situação”, disse.

Waldemar Pires está a empreender de 12 a 15 de Março uma digressão por cinco províncias do país, nomeadmente Cuanza Norte, Cuanza Sul, Benguela, Huambo e Bié, com vista a uma avaliação mais exaustiva das infraestruturas rodoviárias, capazes de sustentar uma proposta com vista a ser submetida ao Executivo.

Antes de Benguela, o governante trabalhou nas províncias do Cuanza Norte e Cuanza Sul, sendo Huambo a sua próxima etapa.

A Angop apurou da comissão provincial do Bombeiros que o número de vitimas subiu para 69 mortos, com o regaste esta manha de mais dois cidadãos.

Entretanto, uma comissão para o apoio as familias sinistradas foi criada pela administração municipal do Lobito, cujo reassentamento das afectados tem inicio ainda hoje. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA