Armando Pereira confirma que Altice prepara venda da Cabovisão

Armando Pereira assegura que "já há negociações" para a venda da Cabovisão. (Foto: D.R.)
Armando Pereira assegura que "já há negociações" para a venda da Cabovisão. (Foto: D.R.)
Armando Pereira assegura que “já há negociações” para a venda da Cabovisão.
(Foto: D.R.)

O co-fundador português da Altice, Armando Pereira, afirmou hoje que a sua empresa poderá vender a Cabovisão, para garantir que a Autoridade da Concorrência possa viabilizar o negócio da compra da PT Portugal.

Armando Pereira falava aos jornalistas em Paris, à entrada para um pequeno-almoço de trabalho com o Presidente da República portuguesa, Aníbal Cavaco Silva, que se encontra de visita à capital francesa.

O grupo Altice vai comprar a PT Portugal, que tem os serviços ‘Meo’ e ‘Sapo’, entre outros, por 7.400 milhões de euros, depois de os acionistas da PT SGPS terem aprovado o negócio, em janeiro passado.

O diretor da Altice, que detém 25 por cento da empresa, não descartou a hipótese de vender a Cabovisão, por forma a garantir que a Autoridade da Concorrência (AdC) viabilize o negócio em curso na PT Portugal.

Na conversa com os jornalistas, Armando Pereira disse haver já interessados na compra da Cabovisão, mas escusou-se a revelar nomes, garantindo apenas que “já há negociações”.

A compra da PT Portugal, que foi aprovada em assembleia de acionistas a 22 de janeiro passado, irá provocar algumas mudanças na estrutura da administração, de acordo com Armando Pereira, garantindo que os postos de trabalho “não estão em perigo”, podendo apenas existir mudanças na gestão.

“É normal que gostemos de trabalhar com quem conhecemos”, vincou.

Quanto à PT Portugal, Armando Pereira sublinhou não estar arrependido do negócio, garantindo um investimento de 150 milhões anuais, durante dois a três anos, para dotar o país de uma rede de fibra ótica. (dinheirovivo.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA