Aécio diz que 15 de março será lembrado como o Dia da Democracia

Aécio diz que 15 de março será lembrado como o Dia da Democracia (Foto: Ricardo Pereira)
Aécio diz que 15 de março será lembrado como o Dia da Democracia (Foto: Ricardo Pereira)
Aécio diz que 15 de março será lembrado como o Dia da Democracia (Foto: Ricardo Pereira)

O presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, afirmou neste domingo, 15, que optou por não participar das manifestações deste domingo contra o governo Dilma Rousseff para deixar claro que o povo brasileiro é o “grande protagonista” dos protestos. Em vídeo publicado no Facebook em que está vestido com uma camisa da seleção brasileira, o tucano avaliou que este domingo ficará lembrado “para sempre” como o “Dia da Democracia”. Aécio pediu ainda que a população não se “disperse”, pois o “caminho” ainda “está começando a ser trilhado”.

“Depois de refletir muito, eu optei por não estar nas ruas neste domingo, para deixar muito claro quem é o grande protagonista destas manifestações. E ele é o povo brasileiro, o povo cansado de tantos desmandos, de tanta corrupção. Mas o caminho só está começando a ser trilhado. Por isso, não vamos nos dispersar!”, afirmou no vídeo. Apesar de não participar das passeatas nas ruas, Aécio foi visto falando ao telefone e acompanhando o protesto da janela de seu apartamento no bairro de Ipanema, Zona Sul da capital carioca.

A postagem de Aécio no Facebook está dividindo os internautas. Enquanto alguns elogiam a fala do tucano, outros criticam o PSDB e o senador e cobram a presença dele na rua. “Sai do apartamento e vai para rua!!!”, disse a internauta Miliane Rocha. “Por que você não vai para a rua”, questionou Djane Amaral. “Lugar de mostrar insatisfação é na rua! #VaiPraRuaAécio”, disse Jarlene Costa Silva. Até às 16h30, a postagem já contava com quase 70 mil curtidas e mais de 10 mil compartilhamentos.

Na última sexta-feira 13, o senador tinha divulgado um vídeo convocando a população para os protestos deste domingo. Na gravação, Aécio afirmou que “a rua é do povo, como o céu é do avião”. Apesar das críticas, Aécio afirma que, oficialmente, o PSDB é contra os pedidos de impeachment que têm sido feitos pela população. “Nós não proibimos e nem estamos proibidos de dizer a palavra impeachment, ela apenas não está na agenda do PSDB”, disse na semana passada. (diariodolitural.com.br)

por Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA