Ler Agora:
Unidade de acção ressaltada na reunião do Conselho da República
Artigo completo 2 minutos de leitura

Unidade de acção ressaltada na reunião do Conselho da República

Isaias Samakuva, Presidente da UNITA, no final do Conselho da República  (Foto: Francisco Miudo)

Isaias Samakuva, Presidente da UNITA, no final do Conselho da República
(Foto: Francisco Miudo)

Dois denominadores comuns ressaltaram no final da 31ª reunião do Conselho da República, realizada nesta terça-feira, sendo o primeiro o espírito de unidade nacional face à baixa do preço do petróleo no mercado internacional e, o segundo, a necessidade da aceleração da diversificação económica em curso no país.

O país esteve sempre unido, declarou à imprensa um dos membros do conselho, o presidente do Partido de Renovação Social (PRS), Eduardo Kuangana, ressaltando a necessidade de sensibilizar, sobretudo, a população sobre as acções em curso para minimizar os efeitos da baixa de preços.

Identificamos áreas cruciais, entre as quais, a saúde, educação, a prestações aos antigos combatentes. “São sectores vitais que não devem ser afectados pelos cortes inevitáveis”, afirmou o presidente da CASA-CE, Abel Chivukuvuku.

Destacou a importância do país criar uma base económica para o futuro que seja sustentável e não “deixarmos o nosso país à mercê de qualquer flutuação de carácter internacional”.

Isaias Samakuva, presidente da Unita, remeteu as conclusões do encontro ao comunicado final.

Referiu que “as decisões contidas no comunicado reflectem algumas medidas já tomadas, mas também as recomendações dos diferentes membros do Conselho da República”.

Em todas as circunstâncias os angolanos são chamados a conservar o espírito de unidade, disse o presidente da FNLA, Lucas Ngonda.

“Demos as contribuições necessárias para ultrapassar as dificuldades que se antevêem. Precisamos acelerar a diversificação da economia para que o petróleo seja um recurso suplementar”, salientou o político.

O Conselho da República, órgão de consulta do Chefe de Estado angolano, esteve reunido nesta terça-feira, em Luanda, convocado pelo Presidente angolano, José Eduardo dos Santos.

Na reunião foram analisadas questões candentes ligadas à situação social e económica do país. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.