Ler Agora:
Huíla: Polícia Nacional reforça parceria com administrações municipais no combate a sinistralidade rodoviária
Artigo completo 2 minutos de leitura

Huíla: Polícia Nacional reforça parceria com administrações municipais no combate a sinistralidade rodoviária

Quadros da Polícia Nacional em seminário no Lubango (Foto: José Filipe)

Quadros da Polícia Nacional em seminário no Lubango (Foto: José Filipe)

Os quadros do Ministério do Interior participantes no seminário sobre caracterização do funcionamento das salas de apoio à vitima de acidentes de viação, recomendaram hoje, na cidade do Lubango, a necessidade do reforço de parcerias com as administrações municipais na promoção de palestras e debates visando minorar os números da sinistralidade rodoviária.

Segundo um documento saído no final do referido encontro realizado sob o lema: “Huíla Segura”, os efectivos recomendaram igualmente maior dinâmica no atendimento, sobretudo nos casos de violência doméstica, violação de menores e ofensas corporais, e encontrar estratégias para combater tal fenómeno que ultimamente graça a sociedade angolana.

Reafirmaram ainda o compromisso de continuar a sensibilizar e empenhar toda a estrutura policial e a sociedade em geral, na perspectiva de erradicar a problemática do apoio às vítimas de violência.

“Cada um é chamado a cumprir com as fases do atendimento e apoio as vítimas de acidentes de viação, psicológicos, social e jurídico no âmbito das responsabilidades dai inerentes por formas a que haja sobressaltos”, lê-se no documento..

Para tal, reiteraram a necessidade de mais capacitação de gênero no intuito de responder com maior especialização um atendimento cada vez mais especializado e personalizado às vítimas de acidentes de viação, violação, crimes e moral e isso fará com que não se sintam fragilizadas ao nível psicológico, social e até físico em caso de violência doméstica.

Durante 15 dias, os representantes dos gabinetes dos comandos municipais da PN abordaram matérias ligadas ao plano estratégico de implementação dos gabinetes, policiamento de proximidade, o perfil e formação dos profissionais, a vítima e a violência doméstica, caracterização das vítimas da violência, mulheres vítimas de violência, crianças enquanto vítimas deste fenómeno, procedimentos a realizar, princípios orientadores para o restabelecimento da relação com a vítima, escuta activa entre elementos (gestão de stress).

Este foi o primeiro seminário de gênero que se realiza este ano na província da Huíla. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »