Ler Agora:
Guiné-Bissau, ajuda senegalesa à comunicação social
Artigo completo 2 minutos de leitura

Guiné-Bissau, ajuda senegalesa à comunicação social

Un groupe de jeunes étudiants en journalisme visitent la Radio Okapi à l’occasion de la Journée mondiale de la Radio, le 13 février. (MONUSCO/Abel Kavanagh)

Un groupe de jeunes étudiants en journalisme visitent la Radio Okapi à l’occasion de la Journée mondiale de la Radio, le 13 février.
(MONUSCO/Abel Kavanagh)

Mbagnick Ndyaye, o ministro senegalês da cultura e comunicação social entregou hoje em Bissau um importante donativo de material informático, destinado aos principais órgãos estatais de comunicação social, pouco menos de um mês após a formulação do pedido guineense de cooperação neste sentido.

Muniro Conté, director da Rádio Difusão Nacional (RDN) uma das contempladas com este donativo, a par da Televisão da Guiné-Bissau (TGB), da Agência de Notícias da Guiné-Bissau (ANG) e do jornal Nô Pintcha, ressalva a importância do papel desempenhado pelo ministro de tutela Agnelo Regala na célere viabilização desta ajuda, concretizada menos de um mês após a proposta apresentada pela Guiné-Bissau à delegação senegalesa que visitou Bissau, na sequência da visita do ministro Agnelo Regala a Dakar.

Muniro Conté considera que se trata de “uma injecção pois os órgãos deparam-se  com grandes problemas de funcionamento no que se refere a materiais e equipamentos….e essa ajuda vai permitir colmatar essas dificuldades e fazer com que os órgãos funcionem, não digo na plenitude, mas resolvendo os problemas mais urgentes“.

Quanto à componente formação, esta funcionará em dois momentos distintos “formação específica para o manuseamento desse material…e um programa “macro” de formação a curto/médio prazo com a deslocação de jornalistas guineenses ao Senegal…temos muita malta jovem, com capacidade, com determinação, disponível…existe uma concorrência bastante cerrada e é preciso que os órgãos de comunicação pública estejam à altura de poder responder às exigências do mercado“. (rfi.fr)

por Isabel Pinto Machado

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »