Ler Agora:
Benguela: Mais de mil estudantes admitidos na Universidade Katyavala Bwila
Artigo completo 3 minutos de leitura

Benguela: Mais de mil estudantes admitidos na Universidade Katyavala Bwila

Albano Ferreira, reitor da Universidade Katyavala Bwila (Foto: José Honório)

Albano Ferreira, reitor da Universidade Katyavala Bwila (Foto: José Honório)

Mil e 519 candidatos foram admitidos na Universidade Katyavala Bwila (UKB), Região Académica II, para a frequência do ano académico 2015, aberto hoje, quinta-feira, nesta instituição de ensino superior público. A instituição integra às províncias de Benguela e do Cuanza Sul.

Discursando na cerimónia de abertura do ano académico 2015, o reitor Albano Ferreira, avançou que os estudantes vão frequentar os cursos de licenciatura ministrados nas seis unidades orgânicas, entre faculdades e institutos superiores, como Direito, Medicina, Economia, Informática e de Ciências da Educação, entre outros.

Albano Ferreira disse, entretanto, que este ano o objectivo é aumentar a interacção com os estudantes a todos os níveis, devendo a reitoria da UKB dotar de recursos necessários a Direcção dos Serviços de Apoio Social, Cultural e Desportivo, encarregue de implementar acções de apoio diversificado à comunidade discente.

O respoonsável reassaltou a necessidade de maior interacção entre estudantes e a direcção da instituição, pois os excessos e exageros podem levar a sobrecarga dos discentes e prejudicar o processo de aprendizagem, enquanto a omissão, os défices e o desleixo poderão redundar e resultar na ineficiência da formação das competências de que os jovens necessitarão no futuro para sua integração laboral.

O reitor encara a regulação como único processo que pode garantir que a eficácia da acção dos docentes se confine dentro dos limites considerados normais no domínio dos preceitos fundamentais da pedagogia, da didáctica e das boas práticas académicas.

Marcada com oração de sapiência proferida pelo docente Tuca Manuel, a abertura do ano académico na Região Académcia II foi testemunhada pelo vice-reitor Alberto Quitembo, pela administradora municipal adjunta de Benguela, Maria José Garcia, por membros do colégio reitoral, decanos das unidades orgânicas, chefes de departamentos de ensino e investigação, docentes e estudantes.

Em vigor desde 2012, o Plano de Desenvolvimento Institucional da Universidade Katyavala Bwila, que engloba a província de Benguela (sede da UKB) e a do Cuanza Sul, através da Região Académica II, prevê a abertura de cursos de Gestão Logística, Design e Multimédia, Formação de Professores, Contabilidade e Gestão, Microbiologia, Medicina Tropical, Engenharia do Ambiente, Engenharia Química, Engenharia e Tecnologia dos Alimentos, Electrotecnia.

Ainda há propostas de novos cursos com o concurso de parcerias público-privadas, nomeadamente de Música e Artes Cénicas, Educação Física e Desportos, Arquitectura e Paisagismo, Hotelaria e Turismo, Gestão e Estabelecimentos de Ensino, Educação Infantil, Gestão Aduaneira, Empreendedorismo e Negócios e Microcrédito, assim como Criação de Empresas.

Em todo o país, o ano lectivo 2015/2016 no ensino superior, a decorrer sob lema “Pela diversificação da economia: um ensino superior de qualidade com valores e patriotismo”, foi oficialmente aberto no dia 23 de Fevereiro corrente, em Luanda, em acto solene a que presidiu o Vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »