Ler Agora:
Angola reafirma diálogo durante presidência no processo Kimberley
Artigo completo 2 minutos de leitura

Angola reafirma diálogo durante presidência no processo Kimberley

Francisco Queiroz, ministro da Geologia e Minas (Foto: JEF)

Francisco Queiroz, ministro da Geologia e Minas
(Foto: JEF)

Angola reafirmou nesta segunda-feira a continuidade do diálogo durante a presidência do país no processo Kimberley, por estar a permitir a troca de experiências e a transmissão do seu posicionamento no mercado internacional dos diamantes.

Segundo o ministro da Geologia e Minas, Francisco Queiroz, que falava à imprensa na apresentação oficial da presidência do processo Kimberley, a liderança de Angola se propõe a encorajar o debate dentro da organização.

Pretendemos com essa atitude preservar o ambiente de respeito e consenso nas liberações da organização comprometida com os princípios e regras do Kimberley, ressaltou Francisco Queiroz na qualidade de presidente do processo por Angola.

O governante informou que o país vai dar sequência ao trabalho que tem desenvolvido e assumiu o compromisso de ter sempre presente os três pilares (governos, empresas e sociedade civil) da entidade internacional que certifica a origem dos diamantes, seu processo produtivo e exportação.

Francisco Queiroz afirmou que a presidência de Angola vai assumir, também, a partilha de experiências na gestão da exploração artesanal de diamantes em pequena escala.

A 14 de Novembro de 2014, em Guangzhou, China, Angola assumiu a presidência do Sistema de Certificação do Processo Kimberley para o ano 2015.

A produção angolana de diamantes está avaliada em cerca de 8,3 milhões de quilates por ano, correspondendo a uma receita bruta perspectivada na ordem de USD 1,1 mil milhões. (Expansão/Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »