Ler Agora:
Angola está interessada nos produtos alemães, afirma Kiala Gabriel
Artigo completo 3 minutos de leitura

Angola está interessada nos produtos alemães, afirma Kiala Gabriel

O Secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel (Foto: D.R.)

O Secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel
(Foto: D.R.)

Angola está interessada nos produtos alemães, principalmente nas turbinas que servem para o fortalecimento da barragem de Laúca, afirmou hoje, em Luanda o secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel.

Segundo o secretário de Estado para a Indústria, que falava na inauguração de uma exposição industrial a bordo da fragata Hessen, da Alemanha, essas turbinas podem acelerar de forma satisfatória a construção da barragem e apresentam grande qualidade – o que interessa o sector da indústria.

Para Kiala Gabriel, é satisfatório encontrar em uma exposição de tecnologia militar material que também se pode usar na construção de barragens, o que é louvável saber que se pode aproveitar alguma coisa para o sector.

É surpreendente encontrar aqui esse material, podemos dizer que a Alemanha fabrica tecnologias de ponta, por isso, não podemos deixar de estar satisfeitos com esse componente pois se adquirirmos essas turbinas darão grande ajuda, disse .

Por outro lado, o embaixador da Alemanha em Angola, Rainer Muller, disse que Alemanha tem muito interesse em continuar a cooperar com Angola e que com a vinda destes navios seja o primeiro passo para uma cooperação ainda mais estreita na área militar.

Angola e Alemanha têm interesses comuns, prosseguiu o embaixador, não só na área militar mas em quase todos os sectores, e queremos trabalhar com Angola no domínio da formação de quadros, assim como aumentar a cooperação militar na área técnica.

Neste contexto, frisou que ambos países sempre estiveram ligados porque Angola é um Estado limítrofe e a Alemanha quer exportar e importar produtos e isso também depende da segurança das vias marítimas.

A estadia de quatro dias em Angola dos navios da Força Operacional enquadra-se na visita realizada pelo ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, em Novembro de 2014, ao comando da marinha alemã em Rostock, onde manteve um encontro com a sua homóloga Ursula Von Der Leyen, durante a qual foi assinado um acordo de cooperação.

A fragata Hessen é projectada para escoltas e segurança, assim como para defesa do espaço aéreo. Já a Karlsruhe, embora tenha sido projectada principalmente para combater submarinos, também tem a capacidade de impor-se contra ameaças de superfície e aérea.

A fragata Brandenburg está capacitada para combater alvos debaixo da água e no ar e o navio de apoio logístico, que são os maiores navios da Marinha alemã, apoiam as forças militares no abastecimento de combustível, alimentos, material médico e munições. (Expansão/Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.