Subvenções vitalícias devem sofrer corte de 15% em 2014

(Foto: TSF)
(Foto: TSF)
(Foto: TSF)

As subvenções vitalícias dos políticos devem sofrer um corte de 15% no próximo ano, segundo o Diário Económico.

O jornal diz que a proposta de Maria Luís Albuquerque será hoje debatida em Conselho de Ministros e deverá ser incluída no próximo orçamento.

O Governo tinha já prometido que estas subvenções não escapariam aos sacrifícios que estão a ser pedidos aos portugueses. Pelas contas do Diário Económico beneficiam deste apoio cerca de 400 antigos titulares de cargos políticos como Manuela Ferreira Leite, Bagão Félix, o antigo governador de Macau Carlos Melancia, António Vitorino e Almeida Santos.

Em 2005 o Governo de José Sócrates acabou com estas subvenções, mas como a decisão não tinha efeitos retroativos quem na altura tinha condições para receber o apoio manteve esse direito. (tsf.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA