Síria: ONU confirma surto de poliomielite

(Foto: TSF)
(Foto: TSF)
(Foto: TSF)

A Organização Mundial de Saúde confirmou na terça-feira um surto de poliomielite na Síria, que estava livre da ameaça da doença desde 1999, e disse recear que possa espalhar-se.

Oliver Rosenbauer, porta-voz da divisão anti-poliomielite para a A Organização Mundial de Saúde (OMS), afirmou aos jornalistas que testes laboratoriais confirmaram a presença da doença em dez de 22 casos suspeitos reportados em crianças, há quase duas semanas.

As 22 crianças foram todas atingidas com paralisia flácida aguda, sintoma comum a várias doenças, incluindo a poliomielite.

«Em dez destes casos, isolaram o vírus da poliomielite selvagem tipo um», declarou Rosenbauer. «Os outros 12 ainda estão a ser analisados», acrescentou, referindo que os resultados dos testes devem sair nos próximos dias.

Graças a um combate global à poliomielite, o vírus é agora endémico em apenas três países: Afeganistão, Paquistão e Nigéria.

Isto fez crescer as especulações de que jihadistas estrangeiros a lutar contra o Presidente sírio, Bashar al-Assad, poderiam ter levado o vírus para a Síria. A OMS não comenta estas especulações.

Rosenbauer sublinhou que mesmo sendo a poliomielite endémica em apenas três países, o vírus pode ter chegado de qualquer parte. (tsf.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA