Síria: Assad diz que “não estão reunidas” condições para conferência de paz

(Foto: AP Photo/SANA)
(Foto: AP Photo/SANA)
(Foto: AP Photo/SANA)

Bashar al-Assad põe em causa a realização da conferência de paz sobre a Síria. Em entrevista à televisão líbia Al-Mayadeen, o presidente sírio afirmou que “não estão reunidas as condições” para o diálogo com a oposição.

Apesar da conferência proposta pelos Estados Unidos e pela Rússia ser esperada para o fim de novembro em Genebra, Assad frisou que ainda não foi fixada uma data. E, se a oposição reclama a saída do presidente no quadro de uma transição de poder, Assad sublinhou que “não existem obstáculos” para que se apresente às presidenciais de 2014.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, reagiu dizendo que enquanto o presidente sírio se mantiver no poder “a guerra vai continuar”.

Se, do lado do regime, a conferência de paz parece cada vez mais comprometida, a situação também não é melhor entre a oposição síria, profundamente dividida quanto a uma eventual participação. (euronews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA