Renamo ataca posto policial no centro de Moçambique

(DR)
(DR)
(DR)

Homens armados da Renamo atacaram esta madrugada um posto da polícia em Maríngue, centro de Moçambique, horas depois do aquartelamento do seu líder, Afonso Dhlakama, ter sido ocupado pelo exército.

O ataque foi descrito como “intenso” por uma fonte policial à Rádio Moçambique, tendo durado uma hora mas sem causar vítimas, ainda segundo a mesma fonte.

Em Maríngue, na serra da Gorongosa, localizou-se o quartel-general da Resistência Nacional de Moçambique (Renamo) durante os 16 anos de guerra civil (1976-1992) que quase destruíram o país.

Na segunda-feira, na mesma zona da Serra da Gorongosa, o exército tomou a base da Renamo de Sandjudjira, onde, desde há um ano, estava aquartelado o líder do agora principal partido da oposição, Afonso Dhlakama, que se encontra em parte incerta, “mas bem de saúde”, segundo disse o seu porta-voz. (dn.pt)

Por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA