Provedoria de Justiça realiza Seminário Internacional dos Direitos Humanos

Paulo Tjipilica, Provedor da Justiça (Foto: Miudo)
Paulo Tjipilica, Provedor da Justiça (Foto: Miudo)
Paulo Tjipilica, Provedor da Justiça (Foto: Miudo)

A Provedoria de Justiça realiza, de 23 a 25 do corrente, em Luanda, um seminário internacional sobre o estabelecimento das instituições nacionais dos direitos humanos, com vista a dar corpo e resposta às recomendações da alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay.

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, em conferência de imprensa, pelo Provedor de Justiça, Paulo Tjipilica, que sublinhou a importância da realização do evento, tendo em conta que na sua óptica falar dos Direitos Humanos é abordar sobre a preservação da espécie humana.

Em sua análise, o certame representa uma prova concreta de como Angola está empenhada no processo de reconstrução do país e não tem descurado sobre a matéria dos Direitos Humanos, liquefazendo-se, deste modo, algumas insinuações desabonatórias  que têm sido ventiladas nesse domínio.
Paulo Tjiplica  deu a conhecer que dentre os convidados estarão presentes os Provedores de Justiça de Portugal, José Francisco de Faria Costa e de Moçambique, José Ibraimo  Abudo.

Nos dias 23 e 24, segundo o programa de actividades, os presentes vão dissecar questões que se prendem com o “Contexto e Funcionamento das Instituições Nacionais dos Direitos Humanos (INDH) à luz dos princípios de Paris”, “INDH: Pluralismo, Processo de Consulta Nacional e Nomeação dos Membros”, “Funções essências das INDH”, “Passos  para a institucionalização da INDH”.

Já na sexta-feira, 25, o dia está reservado a abordagem especifica sobre a  origem do Ombudsman, sua evolução.

O evento é uma realização do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento “PNUD em cooperação com o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos e a Provedoria de Justiça. (portalangop.com)

DEIXE UMA RESPOSTA