Presidente do Quénia isento de participar nas audiências do seu julgamento no TPI

Presidente queniano, Uhuru Kenyatta (TPA)
Presidente queniano, Uhuru Kenyatta (TPA)
Presidente queniano, Uhuru Kenyatta (TPA)

O Tribunal Penal Internacional (TPI) autorizou excecionalmente o Presidente queniano, Uhuru Kenyatta, a não participar nas audiências do seu processo por crimes contra a humanidade, que deverão iniciar-se a 12 de novembro, uma decisão justificada pelas suas «exigentes funções».

A medida, hoje anunciada, «tem por único objetivo conciliar as suas exigentes funções enquanto Presidente do Quénia», sublinhou o TPI em comunicado.

O conselheiro político do chefe de Estado queniano, que no sábado fez violentas críticas à atuação do TPI, tinha assegurado previamente que Kenyatta continuaria a cooperar com o Tribunal. (tpa.ao)

 

DEIXE UMA RESPOSTA