Portugal: Casos de maus tratos disparam

Crianças e jovens são encaminhados, quando necessário, para comissões de proteção de menores (Getty images)

Em 2012, hospitais sinalizaram 6881 casos de maus tratos a crianças e jovens.

Crianças e jovens são encaminhados, quando necessário, para comissões de proteção de menores (Getty images)
Crianças e jovens são encaminhados, quando necessário, para comissões de proteção de menores (Getty images)

Os casos de crianças e jovens sinalizados pelos hospitais por maus tratos estão a aumentar em Portugal. Em 2012, foram sinalizados 6881 casos pelos núcleos da Ação de Saúde para Crianças e Jovens em Risco (ASCJR). São mais 1363 do que em 2011 e quase o dobro em relação a 2010 (3551 casos).

A tendência é de crescimento. Desde 2008 foram contabilizados 24 169 casos. De 2011 para 2012, verificou-se um aumento de 25%. A crise e o aumento de situações de tensão e conflito são fatores apontados para o aumento de casos.

A negligência representa 67% dos casos, segundo um relatório da Direção-Geral da Saúde. “São várias situações, como não estarem satisfeitas as necessidades básicas da criança ou falta de afeto. Deixar uma criança o dia inteiro em frente a uma televisão ou o abandono são outros exemplos”, explicou ao CM Vasco Prazeres, coordenador da ASCJR. O responsável referiu ainda que é fundamental que os pais aprendam a “estimular” os bebés na altura certa.

Os casos são encaminhados, quando necessário, para as comissões de proteção de menores, para o Ministério Público ou para os tribunais. (cmjornal.xl.pt)

Por Débora Carvalho

DEIXE UMA RESPOSTA