Publicado em: Seg, Out 7th, 2013

Oficiais militares encerram curso de liderança e gestão moderna

Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, general de Exército Geraldo Sachipengo Nunda (ANGOP)

Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, general de Exército Geraldo Sachipengo Nunda (ANGOP)

Oficiais das Forças Armadas Angolanas (FAA) terminaram hoje, segunda-feira, na capital do país, o curso de liderança, gestão moderna e liderança pós-moderna, no âmbito da reedificação das FAA, em curso no país.

No acto de encerramento, dirigido pelo Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, general de Exército Geraldo Sachipengo Nunda, foram entregues certificados aos formandos, que doravante irão levar a cabo uma gestão eficiente das várias instituições militares.
Durante a sua intervenção, Geraldo Sachipengo Nunda agradeceu a direcção principal de preparação de tropas e ensino, a direcção principal de planeamento e organização, pessoal e quadros e finanças, bem como o Comando do Exército que tiveram uma intervenção directa na acção formativa.
Por outro lado, referiu que o curso constitui mais um comprimento das instruções do Comandante em Chefe da FAA, José Eduardo dos Santos, no quadro da formação permanente e desenvolvimento dos ramos militares.
“Continuaremos a identificar as áreas que precisam de estudos aprofundados para que as forças armadas possam cumprir a sua nobre missão, com as competências profissionais requeridas”, disse.
As Forças Armadas Angolanas (FAA) assinalam quarta-feira, 9 de Outubro, o 22º aniversário da sua constituição em exército nacional único, sob o signo de transformações no seu desenvolvimento, resultantes do processo de reedificação e modernização em curso.
A garantia da defesa, salvaguarda da independência e da integridade territorial da República de Angola constitui o cerne  da sua génese, como eixo principal das forças castrenses nacionais.
Face a globalização, as FAA têm como premissa capacitar os efectivos para responder positivamente aos compromissos internacionais do Estado, no âmbito de eventual participação em missões humanitárias e de instauração da paz assumidas por organizações internacionais, das quais o país é membro, como a ONU, União Africana,  SADC, CPLP, CEEAC, Comissão do Golfo da Guiné.
Estão igualmente acometidas acções de cooperação técnico -militar, no quadro da política do Executivo, traduzidas na participação em exercícios militares conjuntos, quer no âmbito de relações bilaterais quer multilaterais. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar estas tags de html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

mirc indir mirc yukle - escort - mirc indir - sohbet -
Crónicas


Arquivo

Fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  
Portal de Angola - Todos os direitos Reservados

Oficiais militares encerram curso de liderança e gestão moderna