Ler Agora:
O papel de Isabel dos Santos na Zon
Artigo completo 2 minutos de leitura

O papel de Isabel dos Santos na Zon

Isabel dos Santos (DR)

Isabel dos Santos
(DR)

Não fosse a tomada de posição de Isabel dos Santos na Zon, onde controla 28,8%, a fusão entre a operadora líder no mercado televisivo por subscrição e a Optimus poderia nunca ter acontecido.

A fusão entre as duas operadoras há muito que se discutia no mercado, mas não parecia sair do reino dos analistas que apontavam sinergias até 700 milhões com a junção do operador líder na televisão paga e o terceiro maior operador em telecomunicações móveis.

O ‘rumor’ ganhou dimensão com os vários reforços de Isabel dos Santos no capital da Zon e concretizou-se em dezembro com o anúncio do acordo entre a empresária angolana e a Sonaecom para a fusão entre as duas operadoras.

De maior acionista, Isabel dos Santos passará a controlar a Zon, através do veículo Zopt. Este é detido em partes iguais pela empresária, que entra com os 28,8% que detém na Zon, e pela Sonaecom que coloca uma parte substancial dos seus ativos no veículo (82%), passando ainda a ter uma posição direta de 7,2% na Zon.

Constituído a 31 de dezembro do ano passado – tendo no conselho de administração do lado da Sonaecom, o CEO Ângelo Paupério e Claúdia Azevedo, administradora executiva da empresa e representante da família de Belmiro de Azevedo no negócio, e,do lado da empresária angolana, Mário Silva, administrador da Zon, e Isabel dos Santos – a Zopt irá controlar 50,1% da futura Zon Optimus SGPS e ao mesmo tempo irá ocorrer uma diluição da posição dos restantes acionistas na empresa.

Tudo isto sem um lançamento de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA), condição colocada no projeto de fusão e que hoje os acionistas da Zon terão de dar luz verde, votando favoravelmente pela dispensa do lançamento de OPA. (dinheirovivo.pt)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »