Neste sábado, Vinicius de Moraes completaria cem anos

Vinícius de Morais (RFI)
Vinícius de Morais (RFI)
Vinícius de Morais (RFI)

Se estivesse vivo, o poeta, diplomata e dramaturgo Vinicius de Morais completaria 100 anos neste sábado. O que será que pensaria de nossos tempos o Poetinha, precursor da bossa nova, amante dos bons uísques e das belas mulheres, erudito apaixonado pela mais popular das culturas populares brasileiras? A assessora de imprensa Gilda Mattoso, última de suas nove mulheres, acha que ele não estaria muito feliz com este mundo em que o “dinheiro e os bens materiais” se sobrepuseram a tudo.

Ela conheceu bem o homem, tem propriedade para dizer. Mas será que ele que sempre achou que é melhor ser alegre que ser triste não sucumbiria, mesmo neste mundo de tantos materialismos, a sua inexorável tendência de amar a vida e, principalmente, amar o amor? Não façamos futurologia de um passado que não aconteceu. Em datas como essa, vale mais a pena celebrar a vida de alguém que foi tão genial quanto Vinicius de Morais.

No Fato em Foco desta sexta-feira, você ouve uma homenagem ao poetinha, com depoimento de Gilda Mattoso e a hilariante história do Samba em Prelúdio, contada por Philippe Baden Powell, filho do co-compositor da faixa. (rfi.fr)

DEIXE UMA RESPOSTA