Ministro da Comunicação Social reitera apoio aos órgãos públicos

Ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos (Foto: joaquina Bento)
Ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos (Foto: joaquina Bento)
Ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos (Foto: joaquina Bento)

O ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos, reiterou hoje, terça-feira, em Caxito, província do Bengo, o apoio do seu pelouro aos órgãos públicos locais na melhoria das condições laborais e técnico-profissionais dos jornalistas.

O governante, que falava à imprensa no final da sua visita de trabalho que visou avaliar o grau de funcionamento dos órgãos locais da Comunicação Social, referiu que o ministério tem estratégia bem definida que passa pela formação dos jornalistas, o apetrechamento dos órgãos e de outros problemas que afligem a classe.

“Vamos nos engajar na solução de vários problemas apresentados pelos jornalistas e outros constatados nos órgãos locais de comunicação social”, enfatizou.

José Luís de Matos apelou aos jornalistas a pautarem pela ética, porque o jornalismo faz-se com isenção, responsabilidade e credibilidade para melhor servir o público consumidor.

Cosiderou imperioso os profissionais de imprensa divulgarem matérias com rigorosidade, credibilidade, com vista a contribuir para o reforço do patriotismo.

No Bengo, o ministro José Luís de Matos foi recebido pelo governador provincial, João Miranda, com quem abordou questões ligadas aos órgãos públicos de informação e reuniu com os jornalistas, onde auscultou as suas preocupações.

O governante  visitou a Televisão Pública de Angola (TPA), a Rádio Bengo, a Agência Angola Press (Angop), o Jornal de Angola, a Direcção Provincial da Comunicação Social, o Centro de Emissores das Mabubas, Barragem Hidroeléctrica, bem como a nova zona habitacional dos membros do governo nas Mabubas.

Nesta sua primeira deslocação ao Bengo, na qualidade de ministro da Comunicação Social, o governante fez-se acompanhar dos presidentes do Conselhos de Administração da Angop, Jornal de Angola, Rádio Nacional de Angola e da Televisão Pública de Angola.

Igualmente teve um encontro de confraternização com os profissionais da imprensa local, com a presença do governador provincial, João Miranda, e outros convidados.  (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA