Ler Agora:
Mario Soares: “Acho que estes senhores têm de ser julgados”
Artigo completo 3 minutos de leitura

Mario Soares: “Acho que estes senhores têm de ser julgados”

Mário Soares, ex-Presidente da República (Fotografia © Natacha Cardoso - Global Imagens)

Mário Soares, ex-Presidente da República (Fotografia © Natacha Cardoso – Global Imagens)

Numa entrevista “sem papas na língua”, Mário Soares não poupa ninguém. De Cavaco Silva a Pedro Passos Coelho, de Paulo Portas aos “usurários” dos mercados que “roubam” Portugal. O ex-Presidente da República defende que o País devia seguir o exemplo da Argentina e não pagar a dívida e insiste na urgência da realização de eleições legislativas antecipadas. E sugere que Rui Rio seria do melhor que poderia acontecer ao PSD e a Portugal.

Acha que o PS, enquanto principal partido da oposição e alternativa ao Governo, deveria aproximar-se dessas figuras do PSD, para construir uma alternativa alargada?

Acho que o que era interessante era que se respeitasse a Constituição. Não é possível falar contra a Constituição ou não a tomar a sério. Para mudar a Constituição precisam de dois terços e como não têm o PS para a alterar, há que respeitar a Constituição. E é preciso não pôr em causa o Estado social que resulta da Constituição. Ora, o Governo quer acabar com o Estado social, com o Serviço Nacional de Saúde, com o respeito pelos sindicatos e a concertação social. Tudo isso tem vindo a desaparecer. Isso tem um objetivo terrível: destruir Portugal tal como foi e a Constituição ordena. Não posso aceitar uma coisa dessas porque sou um patriota.

Aceita que é necessário discutir a sustentabilidade da segurança social, do Estado social como o temos, tendo em conta que ele evoluiu numa fase expansionista e hoje…

[interrompendo] Acho que estes senhores têm de ser julgados, depois de saírem do poder. Mas não é por esta Justiça, que não tem gente. Você sabe que, por exemplo, todos os que roubaram no banco nunca lhes aconteceu nada, estão todos impunes, está tudo a viver à tripa forra?

Deixe-me perguntar-lhe, olhando novamente para o PS: acredita que António Costa, que ganhou Lisboa com um resultado que fez dele um dos vencedores da noite, não vai colocar em causa a liderança de António José Seguro?

Acho que não é esse o objetivo dele, sinceramente.

E acha que pode vir a ser ele um bom candidato do PS à Presidência da República?

Acho que sim. Ele pode vir a ser um bom Presidente. Mas isso é uma impressão minha, nunca falei com ele sobre esse assunto. Acho que ele não quer ser líder do PS. (dn.pt)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »