Mais de seis mil quilómetros de cabo de fibra óptica serão estendidos até ao Brasil

Centro de Cabo Submarino da Vila de Sangano (Foto: Clemente Santos)
Centro de Cabo Submarino da Vila de Sangano (Foto: Clemente Santos)
Centro de Cabo Submarino da Vila de Sangano (Foto: Clemente Santos)

Mais de seis mil quilómetros de cabo de fibra óptica serão estendidos desde a costa marítima angolana à Fortaleza, no Brasil, durante a Regata Cape Town – Rio de Janeiro (Cape2Rio2014), com início no dia 4 de Janeiro e com fim previsto a 4 de Fevereiro de 2014.

De acordo com uma nota de imprensa da Angola Cables a que a Angop teve hoje acesso, o projecto da empresa angolana é mais um dos já existentes, numa
implementação do SACS (SouthAltantic Cable System), que fará a primeira ligação no Atlântico-sul unindo África à América Latina.

De acordo com a informação, este cabo terá seis mil 165 quilómetros e ligará Luanda – Angola à Fortaleza – Brasil e espera-se que esteja operacional em 2015.

O SACS, lê-se, vai oferecer a Angola e aos países africanos uma nova perspectiva de ligação entre as redes de telecomunicações, através das altas capacidades de ligação directa à América do Sul, e numa fase posterior directa à América do Norte através de outro sistema igualmente a ser desenvolvido pela Angola Cables, o Cabo das Américas.

Para garantir os trabalhos, já saiu da Europa, rumo a Luanda, a equipa de vela patrocinada pela Angola Cables e que vai representar o país na “famosa”
Regata Cape Town – Rio de Janeiro (Cape2Rio2014).
O barco obedecerá a rota Lisboa – largada do Barco – 30 e 31 de Agosto, Luanda – chegada 10 a 13 de Outubro, Cape Town – partida da Regata – 28 Dezembro a 4 de Janeiro e Rio de Janeiro – chegada da Regata – 3 e 4
Fevereiro.

A equipa angolana é composta por uma tripulação de oito velejadores, entre os quais o melhor velejador angolano de sempre, Filipe Luvambo, vice-campeão do mundo na classe Vaurien.

O Yatch angolano, segundo o documento, é de 55 pés tem como skipper Tita
Correia da Silva e já se encontra nas ilhas Canárias (Espanha) a caminho de Luanda.

Angola participa, pela primeira vez na regata para Yachts do Atlântico Sul que começa na cidade do Cabo (África do Sul) e toda a preparação da equipa Team AngolaCables quer ao nível da embarcação quer o treino da tripulação em alto mar foi feita nos últimos meses em Portugal e teve o seu desfecho no passado dia 31 de Agosto com a partida simbólica de Cascais (Portugal).
Neste evento, onde decorreu a cerimónia de “baptismo”, estiveram presentes s
clientes internacionais da Angola Cables, bem como várias entidades do governo
nomeadamente, o secretário de Estado das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Aristides Safeca, e o secretário de Estado das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

O Cabo SACS tem capacidade de quatro pares de fibra com 100x100Gbps cada par, com comprimento de 6165 quilómetros, um projecto em desenvolvimento e com estimativas do início de serviço para 2015. (portalangop.co.ao)

Angop/DP

DEIXE UMA RESPOSTA