Mais de metade dos portugueses corre risco de sofrer perturbação psiquiátrica

(Foto: TSF)
(Foto: TSF)
(Foto: TSF)

Mais de metade dos portugueses corre o risco de sofrer de uma perturbação psiquiátrica ao longo da vida.

Esta é uma das conclusões do primeiro estudo feito em Portugal sobre saúde mental e que será mais logo apresentado no Porto.

A maior parte das perturbações, segundo adianta o Diário de Notícias, está relacionada com a depressão e fobia social. Em 2010, um quinto das pessoas entrevistadas para este estudo tinham uma perturbação psiquiátrica e um ano após o diagnóstico metade dos doentes não recebiam qualquer tratamento.

São lacunas notadas pelo estudo que será revelado hoje, Dia Mundial da Saúde Mental. (tsf.pt)

 

DEIXE UMA RESPOSTA