Mais 150 pistas sobre Maddie

Choveram telefonemas depois de o documentário ter passado na televisão holandesa

2013-10-17003433_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67$$738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20$$bfc6b17e-6ac6-4a97-83cf-ae5c4012102c$$odia_imagem_grande$$pt$$1Foram cerca de 150 as pessoas que ligaram para a Scotland Yard depois de a televisão holandesa ter transmitido, anteontem à noite, o documentário sobre o desaparecimento de Madeleine McCann. O programa ‘Opsporing Verzocht’, em que foram revelados retratos-robô de cinco homens suspeitos de ligações ao rapto, foi transmitido em primeira mão pela BBC.

O documentário – em que também tinha sido reconstituído o crime de 3 de maio de 2007, no Ocean Club, na Praia da Luz, no Algarve – tinha passado segunda-feira, na televisão britânica. Já nessa altura verificou-se uma “avalanche” de pistas: 730 pessoas ligaram e 212 enviaram emails à Scotland Yard com dados sobre o caso. Alguns identificaram, inclusive, aquele que é o principal suspeito do desaparecimento de Maddie – cujo nome as autoridades ainda não revelaram.

Também anteontem, o documentário foi transmitido na Noruega. Uma mulher telefonou à polícia e disse ter visto Maddie num centro comercial espanhol, há dois anos, na companhia de um homem mais velho. O casal McCann mostrou-se otimista e “esperançoso” com as novas pistas que têm surgido desde que a Scotland Yard reabriu a investigação. (cmjornal.xl.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA