Lunda Sul: Chuvas provocam mortes

(Fotografia: Jornal de Angola)
(Fotografia: Jornal de Angola)
(Fotografia: Jornal de Angola)

A Direcção Provincial de Protecção Civil da Lunda-Sul registou, entre Junho do ano passado e Junho deste ano, na cidade de Saurimo, a morte de 47 pessoas e o desalojamento de 222 famílias na sequência de chuvas torrenciais que caíram sobre a província.

A informação foi divulgada ontem numa reunião da comissão provincial de Protecção Civil, que apelou ao engajamento de todos os membros para a resolução dos problemas resultantes de calamidades naturais na província da Lunda-Sul.
Entre as infra-estruturas destruídas na cidade de Saurimo, capital da Lunda-Sul, estão mais de 300 casas, oito escolas do primeiro ciclo, seis igrejas e duas unidades da Polícia Fiscal. No mesmo período, a  Protecção Civil distribuiu terrenos para a autoconstrução dirigida nas imediações do bairro Saulimbo e Luar, a 192 famílias que viviam em zonas consideradas de risco.
No encontro, realizado no salão nobre do Governo Provincial da Lunda-Sul, o director provincial do Ordenamento do Território Urbanismo e Ambiente, Francisco Txiquendja, referiu que, de acordo com o plano de contingência para 2013/2014, já foram identificadas três áreas seguras nas zonas do Luar, Nhama e Muangueji e 250 lotes de terrenos para famílias desalojadas.
O responsável do Instituto Nacional Meteorologia (INAMET), Ramiro Txissoquela, disse que a província vai registar, em Novembro e Dezembro, chuvas acompanhadas de ventos fortes, pelo que alertou a população para evitar permanecer em zonas de risco. (jornaldeangola.com)

Por Kamuanga Júlia

DEIXE UMA RESPOSTA